1. Nexcare
  2. Dicas e Kits
  3. APRENDA COMO PROTEGER FERIDAS APÓS PEQUENOS PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS
  • APRENDA COMO PROTEGER FERIDAS APÓS PEQUENOS PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS


    • A recuperação de pequenas cirurgias geralmente deve ser feita em casa, daí a importância de aprender a cuidar de feridas.

      Um dos grandes cuidados que devem ser tomados após a realização de pequenos procedimentos cirúrgicos é o pós-operatório, pois depende dele que a intervenção seja um sucesso e que a recuperação seja satisfatória. Após esse tipo de intervenção, é muito comum o paciente receber alta e dar continuidade ao processo em casa e são os familiares e cuidadores que participam dos curativos.

      Por isso, é importante que algumas recomendações sejam seguidas ao continuar a recuperação em casa, para que tanto cuidadores quanto pacientes tenham a tranquilidade de que estão fazendo o tratamento de forma adequada e possam se recuperar de forma satisfatória.

      • Lavar as mãos

      Uma das chaves no tratamento de uma ferida de uma pequena cirurgia é que o responsável pela realização do curativo lave muito bem as mãos com água e, de preferência, sabonete antibacteriano. Assim, você evitará a transmissão de infecções para a ferida. Uma vez concluído o curativo, é muito importante lavar as mãos novamente para garantir a higiene total do paciente em recuperação e de todos ao seu redor.

      • Use o curativo certo

      No caso de feridas resultantes de pequenas intervenções cirúrgicas, como remoção de pintas na pele, os especialistas recomendam, para cobri-las, sejam usadas fitas cirúrgicas microporosas como Micropore ™, que foi criado com uma tecnologia que permite que a pele respire e pode remover a umidade sem causar desconforto ou infecção. Também é feito de um material hipoalergênico, que pode ser usado em peles sensíveis sem risco de reações alérgicas. Uma das vantagens desse tipo de curativo é a versatilidade, pois pode ser utilizado para fixar gazes e curativos ou pode ser colocado diretamente na pele sem causar desconforto no momento de ser retirado. O seu médico assistente explicará o uso ideal, dependendo do tipo de ferida.

      • Monitore a ferida

      Além de realizar o curativo recomendado pelo médico assistente, é muito importante monitorar a ferida, evitando assim complicações em curto e longo prazo. Alguns pontos-chave a se ter em mente e que devem ser informados imediatamente a um profissional de saúde, caso ocorram, são:

      - Se a pele ao redor da ferida estiver vermelha ou com erupção
      - Se a temperatura da área da ferida estiver mais alta do que o normal
      - Se o paciente sentir coceira na área da ferida
      - Se o paciente estiver com febre

      Lembre-se de que a recuperação de um pequeno procedimento pode ser fácil, desde que as recomendações da equipe médica sejam seguidas. Se o cuidador e o paciente os seguirem, eles terão a certeza de que a intervenção será bem-sucedida.